quinta-feira, 11 de agosto de 2016

A GRAMA DO VIZINHO E OS GALÃS DE NOVELA

   Numa conversa entre mulheres eles sempre aparecem.
   Impossível não falar deles. Eles chamam a atenção e passam a povoar as nossas mentes e desfilam na nossa cara de dia e de noite.  
   Estou falando dos homens bonitos. Não aqueles por quem somos apaixonadas. Esses, só nós mesmo pra achar tamanha beleza. E as mães deles, claro.
Estou falando dos galãs de novelas e filmes. Esses homens que olhamos com os olhos e lambemos com a testa. Não os temos e nunca os teremos.
Uma pessoa que conheço e encontro ás vezes, acha que eu a espero ansiosamente para conversar e saber da vida dela com detalhes. Mudou de namorado e vive comparando o ex com esse atual.
Numa dessas conversas, quase um monólogo, ela ia afirmando que o atual beijava melhor, abraçava melhor, mas era pão duro. Que o ex "não dava muito no coro" mas era mão aberta. Que o atual era esbelto e o ex tinha uma barriga enorme. E eu com minha infinita paciência (nem tanto) ouvia tudo e guardava a minha sincera opinião e dizia apenas o que ela queria ouvir,  ou seja: - pois é né...vamos devagar que aos poucos você modifica ele.
Mas minha sincera opinião, é que a gente sempre acha que o outro é melhor, que a grama do vizinho é mais bonita, os filhos mais educados e a vida deles, mais fácil.
Olhando de perto, podemos constatar que a grama é verdinha mas é artificial, que os filhos são mais educados na frente de estranhos apenas e que a vida deles é tão ou mais sacrificada que a sua e que na verdade mesmo eles vivem é de aparência.
Quem não conhece aquela pessoa, que logo de cara você meio que inveja o jeito dela viver de tanto mar de rosas que é a vida dessa criatura... e lá na frente, você se depara é com um mar de ilusão em que a dita cuja está mergulhada: o marido é grosseiro...a vida dela é vazia... e o amor é só de fachada. Conheci algumas ao longo da vida.
Mas o que os galãs tem a ver com isso?
Muito.
Outro dia estava eu assistindo o canal GNT e eis que me aparece alto, lindo e loiro, o tal Rodrigo Hilbert. Pilotando o fogão, fazendo o meu queixo cair tipo a cebola e o alho que ele despejou na panela.
Ele fez três coisas com carne moída: esfihas, kibe e meu coração. Ah e ainda fez uns biscoitos de polvilho crocantes. Posso com isso? Não bastasse ser lindo, ainda tem um sorriso de derreter a gente, fala com clareza, e ainda, ouve- se dizer, que é fiel, carinhoso, bom marido, bom pai, bom tudo.
Mudei de canal e vi quem? Alexandre Nero e o Cauã Reymond... Não dá  né?
E aí você pensa o quanto são sortudas as esposas e namoradas desses homens. Que um homem assim deve ser desprovido de defeitos.
Não é possível a gente associar roncos ao dormir e gases fedorentos, a essas belas criatura. Porém isso é do ser humano, correto? Deus criou assim, minha amiga, e ainda nos deu ouvidos pra ouvir e nariz para cheirar. Independente da feiura ou da beleza isso acontece em todas e melhores famílias. Bafo? Não chega a ser propriamente um defeito mas talvez um mal hábito de higiene...mas olha bem se o Rodrigo Hilbert ou o Alexandre Nero teriam um mal habito de higiene desse?
Ou roncam ao lado de suas amadas? Ou soltam pum?
Impossible!!!

Aí você me pergunta: Seu marido cozinha e é galã?
Sim, cozinha e é galã porque eu acho. Só eu também né, verdade seja dita...hahahaha...
Esse povo bonito da Tv só pra iludir a gente!! Ê grama verdinha!!


(Escrito por Irma Brazil)

quarta-feira, 24 de junho de 2015

E ELA ME RESPONDEU!

Sobre o texto que fiz sobre o meu reencontro com a Renata....
Ela me respondeu pelo Facebook e eu resolvi registrar para que as palavras fiquem aqui...


"Oi tiaaaaaaa!!! Agora sosseguei para escrever para vc!!! Fiquei emocionada demaaaaaaaaais com as linhas que vc escreveu sobre o nosso Reencontro ... Sinto algumas coisas da mesma maneira que vc e indago a mim mesma: " Quanta coisa aconteceu nas nossas vidas ( minha e sua) e não estávamos lá, juntas... " Nessas horas vem um apertinho no peito...sim ele vem... mas logo depois sou invadida por lembranças deliciosas de tudo que já conversamos , sim , tudo que passamos nesse quase um ano de conversas... Aí gargalho sozinha , escuto conversas de novo e então meu 💛 é invadido por uma alegria e um sentimento indescritível... Indescritível porque ele é novo na minha vida , sentimento que eu não fazia ideia que fosse vivenciar... Maravilhoso é pouquíssimo para descrever meu encontro com vc aí (vcs todos!) , o abraço do aeroporto ... Ahhh ...esse foi uma delícia!!! Essas maravilhas que aconteceram em nossas vidas são obras divinas, e eu agradeço à Deus , com meu sorriso , meu coração, Tia Irma, vc ter feito aquele contato aquele dia!!! Obrigada ao Hugo também , sempre atento ( graças à Deus!)...
Tempo de recomeço, de reencontro , de recontar minha história... Nossa história!!! Te amooooooo !!!Querida, engraçada , única, um pedacinho especial da minha mãe, minha tia Irma!!!"
— se sentindo abençoada.